ASDCoimbra e Fig. Foz: Ecos do Encontro

IMG_0775 (1024x604)No último sábado do mês de Maio realizou-se mais um encontro anual de antigos alunos dos seminários da Figueira da Foz e de Coimbra. Trata-se de uma data já marcada nas agendas de cada um, para o final de Maio de todos os anos. Neste ano, festejámos o XXII encontro, que já tendo dado quase a volta a todas as sedes de conselho, este ano repetiu o local do II encontro, tendo lugar em Mira.

Com a duração de um dia, é uma jornada de confraternização para reviver uma parte das nossas vidas, muito marcante, e que deixou raízes profundas de amizade.

10h15  –  RECEPÇÃO DE BOAS VINDAS. SALÃO NOBRE DA CÂMARA  MUNICIPAL – Momento de alguma solenidade e de boas vindas, pelos anfitriões locais, que sempre foi assim, por todos os locais onde se vão realizando os encontros.

10h45  –  VISITA AO MUSEU DO TERRITÓRIO DA GÂNDARA. PORTO DE HONRA – Parte cultural, que serve para ambientar e informar o grupo, da região que nos acolhe e seus pontos de interesse.

12h00  –  MISSA NA IGREJA MATRIZ – Este é um dos momentos altos da jornada, com a presença de quase todos e que termina sempre com o grupo a cantar efusivamente o hino da Imaculada, padroeira do seminário da Figueira da Foz. É o nosso hino. Aqui se juntam, normalmente, o sacerdote da paróquia e, em alguns casos, um colega ordenado, professor e até perfeito, no Seminário.

13h30  –  ALMOÇO NA QUINTA DOS MOINHOS DA AREIA – Outro grande momento de confraternização e convívio. Dar asas à conversa, troca de ideias, reviver memórias e até algumas brincadeiras, uns com os outros, revivendo momentos da história comum nos seminários.

16h00  – VISITA À PRAIA DE MIRA E AO MUSEU ETNOGRÁFICO – Segundo momento cultural, aqui já cada um por si, embora parte do grupo siga em autocarro disponibilizado para o efeito. Visita-se a história das localidades e das pessoas, e, ao mesmo tempo, passeia-se por partes do território que muitos não conhecem.

18h00  –  SARDINHADA NO PARQUE DE S. JOÃO NO SEIXO – Para terminar, sempre em convívio ameno, assaram-se as primeiras sardinhas do ano, ainda que congeladas, sempre saborosas e bem acompanhadas pelos companheiros habituais, da broa e do vinho tinto.

E, assim, em ambiente descontraído, de um parque de merendas, com o “adeus até p’ró ano” da praxe, os abraços, votos de contactos telefónicos e/ou visitas quando se passar lá pelas localidades de cada um, terminou mais um encontro de antigos alunos, mas que vai continuar na memória de todos, sobretudo pela data, mas também pelas fotos que entretanto se recolheram, cujo exemplo é a que junto.

José Roque

One thought on “ASDCoimbra e Fig. Foz: Ecos do Encontro

  1. Manuel
    Saturday June 29th, 2013 at 08:26 AM

    Foi um memorável reencontro, em terras de Mira. Bem hajam todos os participantes!
    No último sábado de maio do próximo ano, esperamos que os colegas da Lousã organizem mais uma jornada de confraternização dos antigos alunos dos seminários da Diocese de Coimbra.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *