Loading...

Quarta-feira, Maio 29, 2024

Mês: Outubro 2019

[:pt]Ecos da AAACarmelitas .[:]

[:pt] “Falar que vivemos tempos difíceis é hoje uma expressão desgastada no Brasil. Afinal, no século passado vivemos tempos extremamente difíceis e trágicos. No entanto, a cada dia a sua preocupação. A Igreja católica capitaneada por Francisco encara com certeza um dos momentos de extrema vulnerabilidade no confronto com forças que, embora não a abandonem, lhe procuram sequestrar o seu sangue e seiva a partir de dentro. Melhor seria se o fizessem. Saíssem e procurassem um

Ler Mais

[:pt]Avaliação da Vª Etapa “Por mares dantes navegados” …[:]

[:pt]Reuniram, na tarde do passado Domingo, dia 13 de Outubro 2019, os dois grupos que visitaram e acompanharam os trabalhos da Missão de São José do Gungo, na diocese do Sumbe, Angola, fruto de uma geminação com a diocese de Leiria-Fátima. Esteve também presente neste encontro, por uma feliz coincidência, o Pe. David Nogueira, responsável pela Missão, e recebemos ainda a visita do seu antecessor, Pe. Vítor Mira. Da partilha dos presentes, para além de se

Ler Mais

[:pt]Retiro itinerante “Contemplar com São Francisco Marto” .[:]

[:pt] Tendo como ponto de referência a experiência do mistério de Deus vivida por São Francisco Marto, a UASP promove, no Centro de Espiritualidade Francisco e Jacinta Marto, em Fátima, desde o serão de sexta-feira, dia 22 de Novembro, até ao almoço domingo, dia 24, um tempo de pausa, reflexão e oração, que qualificou de “itinerante”, pois deseja acompanhar os tempos de meditação com visitas a alguns lugares de São Francisco (Casa dos Pais, Igreja Paroquial,

Ler Mais

[:pt]Ecos da UNIASESpiritanos …[:]

[:pt] (…) Cem anos volvidos, os desafios dos espiritanos e da Igreja encontram inspiração nestes tempos de inovação: quando o Papa Francisco convida a um mês missionário (Outubro de 2019, assinalando o centenário daquela encíclica missionária), ele não quer apenas uma qualquer comemoração panfletária de um documento ou de um assunto na Igreja: ele convida-nos a rever as nossas posturas, a abrir-nos à reforma, a perceber que precisamos de nos descentralizarmos de nossos etnocentrismos (ainda tão

Ler Mais