Loading...

Domingo, Julho 14, 2024

Mês: Março 2021

In memoriam

A UASP recorda com gratidão os momentos vividos com D. Pedro Zilli (7/10/1954 – 31/3/2021) nas duas viagens missionárias à diocese de Bafatá (Guiné Bissau). Dá graças a Deus pela sua vida e ministério e pede ao Pai do Céu que o acolha na sua misericórdia e o recompense de todos os seus trabalhos.

Ler Mais

O resgate do escravo…

Um vírus traiçoeiro saído da degradação ambiental ou da manipulação genética para fins inconfessados, persegue a humanidade, há mais de um ano, e arrasta consigo um cortejo imenso de vítimas, levantando suspeitas sobre todos os nossos contactos presenciais; e ameaça voltar, em vagas sucessivas, para lançar mais insegurança e desespero, mais destruição e morte, suspendendo a vida comunitária à face da Terra e mantendo-nos reféns… Com que alívio recebemos a notícia da descoberta de vacinas, com

Ler Mais

O Seminário, uma grande escola de formação.

Ao longo de uma vida somos marcados pela nossa família, pelas pessoas que cresceram, trabalharam, estudaram, conviveram connosco e foram, de uma maneira ou de outra, responsáveis pela nossa formação. O Seminário é uma dessas grandes escolas da sociedade que marca pela positiva quem por lá passa. Grandes homens, sacerdotes e leigos, que esta instituição tem formado ao longo da história e que têm prestado dignificantes serviços à sociedade. Mesmo aqueles que não continuaram a estudar

Ler Mais

A economia de Francisco – 6

Ser fermento onde quer que nos encontremos Ouvindo os vários debates e fóruns sobre economia, inclusive com a participação de peritos de formação cristã, tenho reparado que se apela sempre ao testemunho de quem julga saber da matéria ou de quem tem tido êxito na vida empresarial. Pensa-se na melhor maneira de produzir riqueza e na melhor forma de a distribuir equitativamente. Mas isto, como afirma o Papa Francisco, não basta. «É preciso que os pobres

Ler Mais

A Economia de Francisco – 5

Conversão e transformação das nossas prioridades Papa Francisco afirma que não basta apostar sobre o terceiro sector ou os modelos filantrópicos. O que fazem é crucial, mas não se têm mostrado capazes de afrontar estruturalmente os actuais equilíbrios que golpeiam os mais excluídos e que, sem o quererem, perpetuam estruturalmente as injustiças que pretendem eliminar. «De facto, não se trata só ou exclusivamente de acorrer às necessidades mais essenciais dos nossos irmãos. É preciso aceitar estruturalmente

Ler Mais