Loading...

Sexta-feira, Agosto 12, 2022

Autor: Admin

Celebremos a vida do Ressuscitado

No coração do mistério cristão eleva-se a cruz de Cristo – maldição dos homens e instrumento de ódio, violência e degradação da nossa condição – que o amor de Deus, num excesso de doação sem limites, transformou em misericórdia, em fonte de vida nova para todos, de todos os tempos e lugares. Na cruz, Cristo sofre e acolhe as dores provocadas pela nossa desumanidade, fazendo-Se próximo de todos os humilhados e assassinados, vítimas da barbárie e

Ler Mais

Ecos da UNIASES

“A reclamação não era comigo mas a irritação enchia a sala de espera. O homem protestava contra a exigência de tantos documentos para tratar o assunto que ali o levava. “Tantos papéis para quê? É como a hipotenusa! Obrigaram-nos na escola a aprender o quadrado da hipotenusa para quê? O que é que eu faço agora com o quadrado da hipotenusa?” Ia sugerir-lhe que o guardasse na gaveta onde está a raiz quadrada, mas contive-me a

Ler Mais

Ecos da AAACarmelitas

O REENCONTRO DE FÁTIMA Embora os Estatutos da AAACARMELITAS não imponham uma data concreta para a realização da sua assembleia-geral ordinária, estabelecem que deva ocorrer “até 15 dias antes do domingo de Páscoa”. Contudo, porque a quase totalidade das assembleias-gerais realizadas ocorreram, de facto, quinze dias antes da Páscoa, os antigos alunos interiorizaram que esse será o dia ideal para a sua realização e alguns organizam-se em função dessa expectativa. Que me lembre, apenas em duas

Ler Mais

Os rostos da solidariedade…. Por Alfredo Monteiro

Em 8 de Janeiro de 1964 parti do cais de Alcântara-Lisboa e, uma semana depois, o navio “Quanza” atracava em Bissau. A minha Companhia (618) rumava a norte, da então Província Ultramarina, com a fria ração de combate distribuída ainda no barco. Sentados nas viaturas militares vimos a cidade a correr….. Poucos quilómetros alcatroados e muitos de terra solta. De seguida, o rio Mansoa a travar-nos a marcha. Preguiçoso e lento, mais parecia adormecido no leito.

Ler Mais

Ecos da AAACarmelitas

(…) Não obstante as restrições e condicionamentos, fomos tentando alimentar a nossa através da divulgação de emails, de publicações na Tertúlia Carmelita do Facebook e participação nas reuniões da UASP, nalgumas virtualmente, mas presencialmente noutras, como foi o caso da assembleia geral de Outono, realizada em Dezembro, na Casa S. Nuno, em Fátima. Fomos até mais longe e, diria, atrevidos! Se calhar, dirão outros, inconscientes! É que, mesmo com ventos pandémicos hostis organizámos o magusto que

Ler Mais

Ressuscitar o Concílio Vaticano II, por P. Manuel Joaquim R. dos Santos

O Papa Francisco tem sido fiel a esta premissa conciliar: a Igreja faz parte do mundo contemporâneo e com ele se faz caminho, num processo contínuo de conversão! Não aceita a miopia de continuar ocupada com um mundo que já não existe. Ainda muito recentemente, como nos lembrava o frei português Bento Domingues OP, o papa na Eslováquia, criticou duramente quem alimenta a ficção de procurar voltar atrás: «Sofremos isso hoje na Igreja: a ideologia do

Ler Mais

ALPHA,  DELTA  E  ÓRIGON – O vírus camuflado, por Alfredo Monteiro

Quando em princípios de Março de 2020 o COVID19 entrou em Portugal, vindo já de outros países europeus, apanhou quase toda a gente de surpresa! Apesar das notícias que chegavam sobre a sua agressividade foi, no entanto, desvalorizada a sua presença. Até as próprias autoridades de saúde andavam confusas e perplexas! E não definiam, com rigor, o modo de o combater! O inimigo, na guerra de guerrilhas, ataca sempre de surpresa e em locais inesperados; com

Ler Mais

Ecos da UNIASES – Boletim nº 202

“O Uniases continuará a ser a casa onde o Melo pernoita; o Uniases é a casa-comum que acolhe os Ases enquanto pessoas que se sentem unidas pelos princípios fundacionais da causa espiritana. Este espaço de comunhão de ideias e ideais foi alimentado pelo Melo durante décadas; ter-se-ia desfeito na voragem do Tempo se não fosse a perenidade e consistência da sua vontade e o apego lúcido aos valores civilizacionais que iluminam quanto é escrito no nosso

Ler Mais

Sínodo, a graça de caminhar juntos!

Pela primeira vez, em dois mil anos de história da Igreja Católica, todo os seus fiéis foram convidados a participar no processo sinodal em curso. Segundo Piero Coda, membro da Comissão Teológica do Sínodo e Secretário-geral da Comissão Teológica Internacional, este Sínodo é mesmo “o acontecimento eclesial mais importante e estratégico depois do II Concílio Vaticano”, realizado entre 1962 e 1965. Lançada a dinâmica sinodal na Paróquia e constituídos os grupos (doze ao todo) pude, nestes

Ler Mais