Ecos da UNIASES…Beiras 2013!

DSC04201-a

UNIASES: Encontro Regional na Caranguejeira-Leiria

Por norma, no mês de setembro de cada ano, a UNIASES – União dos Antigos Alunos do Espírito Santo – convida um dos seus núcleos das Beiras (Alta, Baixa ou Litoral) para organizar um encontro/convívio a que, vulgarmente é dado o pomposo nome de ENCONTRO DAS BEIRAS; por vezes, dá-se o caso de ele extravasar a área geográfica.

Em anos anteriores, estivemos já em Armamar, Trancoso, Covilhã, Gouveia, Almeida, Sabugal, Castelo Branco, Moimenta da Beira, Aveiro, Coimbra… Vila Real e noutras mais localidades beirãs nas fraldas da Estrela.

Encontro regional por ter lugar numa determinada região e estar a encargo de um pequeno grupo que não a cúpula da Associação, mas alargado para fora da área geográfica onde se celebra. Uns são mais concorridos do que outros por questões de publicidade, pelo interesse despertado: homenagem, apresentação de obras e outros temas; a gastronomia regional também marca os seus pontos.

Este ano (2013), coube ao núcleo da Caranguejeira/Leiria a organização deste evento de fim de verão, 21 de setembro, que, por sinal, foi muito concorrido e contou com a presença de uma centena e pico de antigos alunos e seus familiares. De saudar a presença de dois representantes da UASP a quem foi endereçado um convite de participação para uma troca de ideias e perspetivas e outra visão que não a de cada associação a que pertencem. Agradecemos a resposta afirmativa. Tanto o Mário Louro como o Francisco David se encaixaram no esquema/programa delineado que abriu com a concelebração eucarística cujos cânticos interpretados pelo Grupo Coral da C.G.D. de Leiria conferiram um certo ar inusitado às cerimónias.

No amplo salão paroquial foi servido um almoço regional, ali mesmo confecionado, onde não foi esquecida a tradicional morcela de arroz: Chamariz e cartaz para uma maior participação.

Constava, da agenda do dia, a apresentação de um livro biográfico sobre um ilustre conterrâneo, missionário espiritano em Cabo Verde, e professor credenciado nos tempos do 2º ciclo liceal. A sessão desenrolar-se-ia no magnífico auditório paroquial perante uma assembleia atenta, tendo a mesa da tribuna sido composta pelo autor do livro, P. João Mónico, também ele natural da Caranguejeira e dos missionários do Espírito Santo, pelas personalidades religiosas (o Vigário da zona e o pároco da Caranguejeira), pelo presidente da autarquia, pelo representante da Congregação espiritana (o P, Nuno Rodrigues, natural da freguesia) em representação do Provincial e pelo Presidente da UNIASES.

Tratava-se da primeira etapa da homenagem póstuma ao Rev. P. José Carreira Júnior que haveria de culminar com a deposição de uma coroa de flores na campa do cemitério paroquial, onde repousam os seus restos mortais. Por tão singelo ato, os antigos alunos prestaram e devida homenagem ao Missionário e ao Professor de Físico-Químicas.

Todo o encontro decorreu em franco convívio e sã camaradagem, sendo do agrado geral, pelos momentos vividos e pela ação que no mesmo se desenrolou. Foi dado um passo na consolidação da força e da expressão vital que vai varrendo a UNIASES. Pena que os mais novos não tenham vincado a sua presença que se saldou por uma diminuta representação.

Melhores dias virão, assim o cremos.
Alberto Melo

FOTOS

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *