Ecos da UNIASESpiritanos…

Ocorre no presente ano de 2019 o centenário da restauração da Congregação do Espírito Santo, que entrara em Portugal no ano de 1867, através da evangelização começada em 1866, em Angola, através de três missionários franceses. Ao tomar conhecimento da sua chegada, o Governo protestou junto da Santa Sé por ver ultrapassado o direito que lhe conferia o Padroado Português (benefícios concedidos pela Igreja aos reis de Portugal na administração e regulamentação religiosa nos territórios sob alçada régia portuguesa, reservada aos clérigos nacionais). Importava, pois, que houvesse uma formação dos missionários no conhecimento da língua portuguesa, passo necessário para a evangelização/missionação de Angola. (Continua)

VER MAIS em Boletim nº 194 da UNIASES

 

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *