Loading...

Terça-feira, Outubro 19, 2021

O  2º  ENCONTRO  VIRTUAL  DOS  ANTIGOS  ALUNOS  FRANCISCANOS

O filósofo Aristóteles disse que o hábito cria em nós uma segunda natureza. Mas, o COVD19 obrigou-nos a mudar as rotinas e até alguns comportamentos do quotidiano! Reaprendemos muitas coisas, alterámos a maneira como comunicamos e nos relacionamos. Foi com esse cenário que a Associação dos antigos alunos franciscanos realizou, respectivamente, em 2020 e 2021, o 1º e 2º Encontros Virtuais!

Anteriormente, a Associação sempre realizou o seu “Encontro” anual no último sábado de Maio. Era uma data fixa especial, registada na agenda pessoal e, por muitos, guardada no coração. Porém, a força do vírus perturbou a nossa organização! Privou-nos da proximidade, dos abraços amigos, do reencontro presencial de antigos companheiros da mesma viagem e que tiveram uma casa comum.

Felizmente a situação pandémica do País melhorou. As portas da economia vão-se abrindo progressivamente, os relacionamentos aproximam-se. Mas, a confiança e a segurança sanitária ainda não são totais. Assim sendo, em 29 de Maio, último sábado do mês, os antigos alunos franciscanos voltaram a  reencontrarem-se virtualmente…

Após o convite e acolhimento pelo gestor e anfitrião da “plataforma zoom” abriram-se as portas dos participantes e com as saudações franciscanas de Paz e Bem entrámos na casa de cada um. De seguida, o Frei Daniel Teixeira, assistente espiritual, falou-nos com simplicidade, clareza e competência da “Presença dos Franciscanos em Terras de Portugal”. Os frades mendicantes identificavam-se com o povo que lhes admirava a simpatia, a pobreza, a humildade e o desapego das coisas terrenas. Conquistaram não só o coração da plebe, mas também a admiração da monarquia! Percorrendo o continente e as ilhas encontramos muitos sinais e marcos da presença dos frades menores, desde os pequenos eremitérios aos grandes conventos. Os padres franciscanos distinguiram-se, através das pregações, nas missões populares realizadas nas paróquias, nos lugares mais remotos e escondidos do interior.

Os missionários franciscanos portugueses chegaram à Ásia, nomeadamente, ao Japão, à África portuguesa e ao Brasil. Foram verdadeiros peregrinos do mundo. Deste modo corresponderam à vontade de São Francisco, pioneiro da “Missão ad Gentes”.

Cumprindo o programa, previamente estabelecido, o presidente da direcção apresentou uma breve resenha acerca das actividades desenvolvidas ao longo dos vários anos, realçando também a participação activa da nossa Associação nos projectos da UASP – União das associações dos antigos alunos dos Seminários portugueses, realizados no país, na Madeira e Porto Santo e nas antigas colónias africanas.

Finalmente foi o convívio aberto, alargado, alegre, emotivo e fraterno com as memórias, de então, nunca apagadas! Afinal, as novas tecnologias também humanizam os reencontros do nosso “Encontro”, com testemunhos de profunda amizade, solidariedade e fraternidade que sempre nos encantam! Entre outros episódios, espontaneamente, um trio leiriense brindou-nos com os melodiosos cânticos franciscanos que nos despertaram a saudade e encheram a alma…

O Padre Provincial, Frei Domingos Martins, assim como o Custódio da Província, frei Isidro Lamelas, amigos da nossa Associação, acumulando, naturalmente, com o estatuto de antigos alunos, também se encontraram connosco. A sua participação activa é sempre bem acolhida.

E foi com muita fé e esperança que nos despedimos até ao tradicional Magusto de São Martinho na nossa “Casa Comum” de Montariol.

Até lá, abraço amigo e fraterno de Paz e Bem

Alfredo Monteiro, AACFranciscanos

2 thoughts on “O  2º  ENCONTRO  VIRTUAL  DOS  ANTIGOS  ALUNOS  FRANCISCANOS

  1. Como LASISTA dos Seminários de VILA Viçosa e ÉVORA agradeço mais uma vez à UASP a gentileza da Informação que venho recebendo regularmente.
    .Também à ordem dos Franciscanos que tem o cuidado de nos fazer chegar a beleza dos seus eventos. Não há dúvida quem esteve no Seminário adquire ali um sentido para a vida. Que a pandemia vá desaparecendo para que voltemos ao convívio pessoal e fraterno.

  2. Como vos admiro, caminheiros franciscanos! Bem ao jeito dos fradinhos da Serra de Santo António (Minde): frei José e frei Manuel. Bem hajam!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *