A caminho do Fórum …

Em Fátima todos os dias se manifesta a fé de muitos homens e mulheres em variadíssimos atos de culto corroborando os ensinamentos que S. Paulo transmitiu aos Hebreus, “Ora a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam e uma demonstração das que não se vêem. Heb.11.1”. Mas no íntimo de muitos não faltarão dúvidas e por isso ali vão pedir reforço, tentando dirimir o frequente conflito entre fé e razão, que S. Paulo adivinhava no coração de alguns.

É procurando reforçar a fé dos homens e conhecer as razões dessa mesma fé, capaz de remover montanhas, e distinguir a força que ela induz nos que acreditam e vivem em provação, contrariamente aos que a não têm e neste mundo apenas esperam bem-estar, saúde, dinheiro e felicidade num culto do hedonismo sem limites, que a UASP – União das Associações dos Antigos Alunos dos Seminários Portugueses, dentro das suas linhas estratégicas, bem definidas nos estatutos que a regem, organiza mais um FORUM, nos próximos dias 24 e 25 de Novembro, sob o tema “O ACESSO À EXPERIÊNCIA DA FÉ HOJE!

Haverá gente qualificada em várias áreas que abordarão o tema, uns mais conhecidos do grande público que outros como é sem dúvida o caso de José Milhazes, antigo aluno comboniano, um escritor, jornalista e historiador reconhecido e comentador de temas da atualidade em vários canais de televisão e jornais, conhecedor profundo do povo russo, em cujo país viveu largos anos e por isso amplamente habilitado para abordar o tema que se propôs – Leitura dos sinais dos tempos: dificuldades e oportunidades que a cultura actual oferece na comunicação da Fé, que constituirá a primeira intervenção no âmbito do tema em análise.

Refletir-se-á também sobre a fé na perspetiva geracional, dos avós, dos pais e dos filhos, a cargo de antigos alunos das associações de Braga (ASSASB), dos Espiritanos e dos diocesanos de Vila Real, a que se seguirá um espaço para debate, terminando assim os trabalhos da manhã.

De tarde o programa será retomado pelo Bispo Emérito de Santarém, D. Manuel Pelino, que discorrerá sobre a fé Pela Palavra, “O Pai que está nos céus vem amorosamente ao encontro de Seus filhos, a conversar com eles” (DV 21), a que se seguirá um espaço de debate até ao intervalo.

Após esse intervalo vários ramos do cristianismo olharão para “A Palavra anunciada e testemunhada pelas comunidades cristãs”, nas perspectivas: Católica Romana, pela Irmã Maria Isolinda Tavares de Almeida; Católicas orientais e Ortodoxas, pelo P. Sílvio Litvinczuk; e pelas comunidades Reformadas, por Timóteo Cavaco, culminando com um diálogo com a plateia que terminará para dar lugar, às 18h30, a um concerto celebrando a Palavra para a consolidar com “arte e com alma”, pelo Coral Cantabo, dirigido por P. Artur Oliveira.

Para terminar o dia haverá um jantar pelas 20h00.

No dia seguinte, 25 de Novembro, pela manhã, às 9h00, haverá um tempo de reflexão orientado pelo P. Pedro Ferreira, Provincial da Ordem dos Carmelitas Descalços, “A Palavra acolhida que se faz vida”, seguida de missa às 12h00, após o que haverá um almoço de confraternização.

Tudo isto, que não é pouco, decorrerá na Domus Carmeli, em Fátima.

Convirjam ao local copiosamente que o tema e os oradores prometem uma profunda reflexão e inscrevam-se com tempo, podendo ser consultada informação pormenorizada sobre o tempo e o modo em www.uasp.pt.

Para terminar, dar-se-iam por muito satisfeitos os organizadores e palestrantes se todos os presentes fossem capazes de se ligar à corrente e transmiti-la, com a convicção que Alessandro Volta, o físico italiano inventor da bateria, o fez há duzentos anos: “Eu confesso a minha  santa… Agradeço a Deus que me deu esta  e tenho toda a intenção de viver e morrer nela.”

Américo Lino Vinhais
Gabinete de Comunicação

Programa
Ficha de Inscrição

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *