Loading...

Segunda-feira, Fevereiro 06, 2023

NOVOS COMENTÁRIOS

AS 24 HORAS NO CAPIM, por Alfredo Monteiro

Diz o poeta que “é pelo sonho que vamos e chegamos”. A sonhar e com a graça de Deus estamos em 2023! Aqui chegados, a sabedoria popular aconselha-nos a “viver um dia de cada vez”, para que a angústia do amanhã não estrague a alegria do dia de hoje. Com esta filosofia tão simples vamos ajudar a que o novo Ano seja Bom, de Paz e Bem. E neste início de 2023 lembrei-me de abrir, ao

Ler Mais

Ecos da UNIASES – Boletim Nº 205

Depois de dois anos de interregno devido à pandemia do Covid 19, realizou-se no fim de semana de 2 e 3 de julho de 2022 a 42ª Peregrinação da Família Espiritana a Fátima. Este ano, e como se pode ler na mensagem do P. Pedro Fernandes, Superior Provincial, no roteiro do programa, a “peregrinação adotou como lema uma frase inspirada na mensagem do Papa Francisco para o Dia Mundial do Migrante e do Refugiado: “Um nós

Ler Mais

UMA  CONSOADA  NO  MATO, por Alfredo Monteiro

Em Dezembro celebramos o Natal do Menino Jesus e a Festa da Família. Permitam-me que regresse à noite de 24 de Dezembro de 1965, a noite da consoada. Porque já passaram 57 anos, vou socorrer-me do conto, (Uma Consoada no Mato), publicado no meu livro, ” Contos e Poemas de Paz e de Guerra”: -“ Aquela noite era diferente e estranha! Nas botas militares só nos presentearam com a lama apodrecida das bolanhas. A guerra não

Ler Mais

Natal de Jesus, o desejo de Deus feito carne!

Em carta recente sobre a formação litúrgica do Povo de Deus, que muito surpreende quem a lê, Francisco oferece-nos um olhar diferente sobre o celebrar cristão, ajudando-nos a contemplar a sua beleza e verdade! Se bem compreendida, esta perspectiva, na linha do II Concílio do Vaticano, muito nos poderá ajudar a rever não só a forma de viver a fé como também a maneira de participar nas celebrações litúrgicas! Partindo das palavras de Jesus, citadas por

Ler Mais

O NATAL DEVERIA SER NOS DIA 5 DE JANEIRO DE CADA ANO

Eu gostava que o Natal mudasse do dia 25 de dezembro para, por exemplo, o dia 5 de janeiro. Ou seja, no dia anterior à Epifania. Claro que exigiria liturgicamente, também, que se mudasse o dia dos “Santos Inocentes (28 de dezembro) e que lembra a matança histórica de Herodes, na tentativa de liquidar o pretenso “Rei dos Judeus”, e o dia da Circuncisão que, a par de outras comemorações, se celebra também no dia 1

Ler Mais

Sessão de Estudo sobre a Bíblia – Notas III

Após a explanação quanto aos vários períodos da história da Bíblia, foi concedido um período de debate no qual o Pe Armindo entrou afirmando estarmos a viver uma mudança de paradigma pastoral. De facto, estávamos mais centrados na celebração da vida dos santos e na promoção de uma pastoral especializada, muito por influência dos dinamismos da Acção Católica do último século, mas estão a crescer novas centralidades: a Palavra de Deus e a família. Outras intervenções

Ler Mais

Sessão de Estudo sobre a Bíblia – Notas II

Retomando o relato do decurso da sessão formativa, interrompida após as notas sobre o período do Concílio de Trento: Depois do Concílio de Trento a Igreja calou-se: – Enquanto no campo protestante se desenvolveram estudos bíblicos de caráter científico, a igreja católica, entre 1300 e 1800, muito pouco produziu sobre a Bíblia. Foi um tempo em que a Bíblia esteve ao serviço da Teologia e não o seu contrário. Em 1678, Richard Simão faz publicar a

Ler Mais

Sessão de Estudo sobre a Bíblia – Notas I

Foi assinalável o número de antigos alunos que a UASP – União das Associações dos Antigos Alunos dos Seminários Portugueses logrou congregar na Casa Provincial das Irmãs do Amor de Deus, em Fátima, no passado dia 26 de novembro, em ordem à consolidação do conhecimento da origem, significado e alcance dos textos bíblicos, a que não terá sido alheia a qualidade do orador, o Rev. Frei Herculano Alves, um missionário capuchinho, originário de Fafe, com largo

Ler Mais

O nosso Magusto em Montariol, por Alfredo Monteiro

Fiel ao compromisso feito, aquando do “Encontro” anual de Maio passado, a direcção da Associação dos antigos alunos franciscanos realizou, em Montariol, o tradicional Magusto de São Martinho. Tarde soalheira de convívio à roda das apetitosas castanhas transmontanas e de outros sabores, tudo regado com vinho verde novo, maduro do Douro e a angélica jeropiga… A chuva persistente dos dias anteriores deu lugar ao “Verão de São Martinho”! Mas quem é este santo tão popular, capaz

Ler Mais