Loading...

Sábado, Maio 15, 2021

Inquérito às Associações: um agradecimento e um pedido!

 

A UASP, com o objectivo de manter actualizados os dados sobre as associações, lançou um inquérito no início do ano a todas as organizações de antigos alunos dos seminários portugueses.

Já responderam sete: seis associadas e uma não associada.

Queremos agradecer a todas as que já responderam e pedir às restantes que, na medida do possível, nos façam chegar os dados oficiais actualizados pois eles são decisivos para uma maior e melhor comunicação entre todos.

O inquérito pode preencher-se aqui!

Muito obrigado!

[contact-form-7 404 "Not Found"]

5 thoughts on “Inquérito às Associações: um agradecimento e um pedido!

  1. Sou diácono permanente e antigo aluno dos Seminários do Patriarcado de Lisboa.
    Em tempos fiz uma sondagem junto de ex-colegas meus, no sentido de formarmos uma Associação de A.A. Infelizmente não resultou e não vejo que nos tempos mais próximos, pelo menos no meu tempo isso possa vir a acontecer. Mas fiquei entusiasmado quando soube da criação da UASP e tenho procurado sempre que possível participar nas suas actividades.
    Não seria possível a criação de uma Associação daqueles que não teem Associação?!….
    Subscrevo-me,
    José Abel Pereira da Silva

    1. Caro José Abel,
      Apraz-me pessoalmente muito o seu comentário, por conseguir ver uma janela que mantém acesa a chama da esperança no que toca à congregação de mais antigos alunos de seminários em Portugal. Estou com a UASP desde a pré-história e, quando discutimos (muito e bem) os estatutos, bati-me pela existência de um mecanismo (e tem artigos específicos) que fossem inclusivos, exactamente na senda do problema que o colega coloca. Nem foi necessário discutir muito do ponto de vista conceptual, apenas se discutiu a formalidade. E lá está: Quem não tem Associação, tem lugar na UASP, é benvindo e já fez sentido esse regime de inclusão. A UASP não é propriamente a Associação dos que não têm associação. É uma “Associação” de Associações (que designámos por União), mas onde cabem todos – os que têm associação, através dela, e os que não têm. Por isso, atrevo-me a dizer em nome de todos que é muito bem vindo, todos ficamos muito satisfeitos e muito mais ricos, a sua contribuição é importantíssima.
      E já agora, “metendo a foice em seara alheia”, porque não motivar-se mesmo para a formação de uma associação dos seminários do Patriarcado? é que faz cá falta. Muita falta. E as coisas têm de começar por algum lado. Seguramente que uma grande dose de vontade (que é sempre o início das coisas), a palavra a passar por uns tantos mais próximos entre eles e próximos da ideia, poderão ser o começo. Depois, seguramente, vai ver engrossar o número de aderentes e o interesse de outros. No fundo é o velho e nosso muito querido princípio do Mestre… Ele não fez tudo de uma vez… disse “Onde dois ou três se reunirem em Meu nome, eu estarei no meio deles”. Mas há outras imagens relevantes para esse entusiasmo: ” o fermento na massa”… Os pães e peixes que eram poucos, mas chegaram para todos… enfim… entusiasme-se com isso e terá resultados. Enquanto isso, a UASP espera-o a si.
      Bem haja!

  2. Caros amigos:
    Pertenço aos AA do Seminário de Vila Real, perticipei activamente na sua Associação de AA, estando actualmente mais afastado devido a viver em Sintra.
    Afastado, mas sempre atento e grato ao que do meu SVR recebi.
    Quanto aos seminários de Lisboa, tem sido feitas várias tentativas de um amigo meu – o Artur Neto Gonçalves – no sentido de se promover a criação de uma associação de AA do seu Seminário dos Olivais e, por extensão, dos Seminários do Patriarcado.
    Tem sido em vão… mas é pena.
    Penso que seria bom ir juntando as vontades que vão aparecendo, alinhando-as para erguer o projecto associativo da capital e sua zona metropolitana.
    Penso que não só vale a pena como é essencial – como essencial e benvindo é este elo de ligação da UASP pela net, que permite uma óptima distribuição comunicativa.
    Quando o José Abel achar bem, dar-lhe-ei os contactos do Artur Gonçalves.
    Abraço do
    Altino M. Cardoso

  3. Sou antigo aluno do Seminário de Vila Real, situação que nunca escondi e de que me orgulho. Sou sócio fundador da Associação dos Antigos Alunos de Vila Real (AAASVR). Fui Presidente da Direcção muitos anos e achei que outros deveriam também assumir a responsabilidade. Ainda sou oPresidente da Assembleia Geral. Não é fácil ser responsável por uma Associação em que os sócios estão dispersos por todo o País. Tenho sofrido alguns desencantos, aborrecimentos e arranjado inimisades. Mas continuarei a afirmar sem constrangimentos e sem preconceitos que sou um ex-aluno de um Seminário. Era o que deveria acontecer com os ex-alunos dos seminários de Lisboa. Saudações a todos os ex-Seminaristas.

  4. O que é preciso é começar, no inicio dá um pouco de trabalho mas reunidos os três primeiros ,de pois é dividir tarefas. Foi assim que começamos na nossa Associação que é filiada na União. Sou ex-seminarista do Seminário Carmelita. Este fim de semana estivemos reunidos em Fátima e elegemos novos órgãos sociais, que, por felicidade nossa, reconduzimos. os anteriores, cuja direcção tem sido excelente . Força porque a causa merece. Vilela de Araujo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *