Loading...

Sábado, Dezembro 04, 2021

Categoria: Reflexão

Espiritualidade abordada por leigos

Símbolos do NATAL

Custa-nos a nós, cristãos, ver competir os nossos símbolos mais queridos, com o puro laicismo ou até mesmo paganismo. É certo, e até do ponto de vista dos ensinamentos da Igreja e da fé de cada cristão, que esta espécie de profanação dos símbolos dos nossos fundamentos, nos coloca conjuntamente e individualmente, desafios incríveis. Nós também temos culpa. Não é só o mundo profano que invadiu os nossos domínios colectivos e pessoais do afecto. Fomos nós

Ler Mais

NATAL: A Revolução começa …

Pouco a pouco vamo-nos habituando ao Natal como mais uma realidade do domínio do visível: luzes, música, prendas, doçaria, tradições, bolas e árvores, duendes e pais-natal  num misto de “magia, cor e alegria” que, mesmo em tempo de restrições, alimenta os sonhos dos mais novos e alivia os bolsos dos mais crescidos. Até aqui nada de novo. Apenas uma pedra no sapato provocada pela pandemia da Covid-19. O imaginário desta época é de tal maneira forte

Ler Mais

[:pt]DISCORRENDO SOBRE A FÉ QUE NOS MOVE – Parte III[:]

[:pt]Após o primeiro dia de Fórum em que se falou da Iniciação Cristã nas várias Igrejas, o segundo dia haveria de começar com um sacerdote da Ordem dos Padres Carmelitas Descalços, ordem religiosa fruto da reforma do carisma carmelita, durante o período da Contra Reforma, tendo sido reconhecida em 1593 pelo Papa Clemente VIII como uma Ordem Autónoma, na sequência de uma vontade de aprofundamento da fé por parte de Santa Teresa D’Ávila que entendia que

Ler Mais

[:pt]DISCORRENDO SOBRE A FÉ QUE NOS MOVE – Parte II[:]

[:pt] Após o almoço reconfortante para o corpo, mas também para o espírito que sem ele dificilmente ficaria aberto para o resto do dia, os trabalhos da tarde do dia 24 começaram reflectindo sobre o tema – Pela Palavra, “O Pai que está nos céus vem amorosamente ao encontro dos Seus filhos, a conversar com eles”, com D. Manuel Pelino, bispo emérito de Santarém, abordando um tema que, segundo o próprio, lhe é muito caro. Começou

Ler Mais

[:pt]DISCORRENDO SOBRE A FÉ QUE NOS MOVE – Parte I[:]

[:pt]Os dias 24 e 25 de Novembro amanheceram chuvosos, com uma chuva suave, ordeira e prometedora para os campos que nesta altura nos oferecem já imensidões de um verde vivo, o verde da esperança, a esperança que a todos nos move rumo a um futuro melhor. Também nesses dois dias, por iniciativa da UASP – União das Associações dos Antigos Alunos dos Seminários Portugueses, na “Domus Carmeli”, uma casa património da Ordem dos Padres Carmelitas Descalços,

Ler Mais

[:pt]Programa do V Fórum[:]

[:pt] O ACESSO À EXPERIÊNCIA DA FÉ, HOJE! 24 e 25 Novembro de 2018 Domus Carmeli – Fátima   PROGRAMA Sábado, dia 24 09h00 – Acolhimento 09h45 – Abertura do Fórum 10h00 – Leitura dos sinais dos tempos: dificuldades e oportunidades que a cultura actual oferece na comunicação da Fé, por José Milhazes 10h45 – Diálogo 11h00 – Pausa 11h30 – A transmissão da fé na geração 11h40 – … dos filhos, por Fernando Capela 12h00

Ler Mais

[:pt]A Igreja cresce por atração![:]

[:pt] Transmitir a fé não é como procurar pessoas para torcer por uma equipa de futebol, um clube ou um centro cultural; isso pode ser, mas a fé não se propaga com proselitismo. Bento XVI disse bem: ‘A Igreja não cresce por proselitismo, mas por atração’. A fé transmite-se, mas por atração, isto é, pelo testemunho. O testemunho provoca curiosidade no coração do outro e o Espírito Santo pega naquela curiosidade para trabalhar a partir de dentro. A

Ler Mais

[:pt]A caminho do Fórum …[:]

[:pt]Em Fátima todos os dias se manifesta a fé de muitos homens e mulheres em variadíssimos atos de culto corroborando os ensinamentos que S. Paulo transmitiu aos Hebreus, “Ora a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam e uma demonstração das que não se vêem. Heb.11.1”. Mas no íntimo de muitos não faltarão dúvidas e por isso ali vão pedir reforço, tentando dirimir o frequente conflito entre fé e razão, que S. Paulo

Ler Mais

[:pt]UASP reflecte sobre “O acesso à experiência da Fé” .[:]

[:pt] Karl Rahner, um dos grandes teólogos do Século XX, disse um dia que: “o Cristão do século XXI ou será místico ou não será cristão” e acrescentou, temendo ser mal compreendido: “desde que não entendam por mística fenómenos parapsicológicos raros, mas antes uma experiência autêntica de Deus, que brota do interior da existência”. É hoje uma evidência o que sempre se soube: não basta o simples crer em Deus e nas verdades reveladas, é preciso

Ler Mais

[:pt]V Fórum: O acesso à experiência da fé, hoje ![:]

[:pt] Peregrinos de uma Plenitude deseja e prometida, mas ainda não alcançada, viajamos no tempo, ocupamos espaços e percorremos caminhos sempre à procura de sinais que nos façam saborear intensamente o Mistério da vida e do amor… Este desejo íntimo que nos move e envolve o nosso ser – evidência comum de todas as civilizações –, é já, em si mesmo, sinal que não estamos sós e que, antes de procurar, somos atraídos para uma relação

Ler Mais